24 de set de 2011

Aquele da gêmea errada

"E AÍII, MALUCAAAA!! Diz aí, como é que você tá?!" eu berreigritei certa vez para uma amiga que tinha acabado de entrar na minha sala de uma aula que eu nem sabia que ela fazia comigo.

Antes de se sentar ela parou parecendo confusa e me olhou de cima a baixo. Fazendo esforço pra lembrar quem possivelmente seria o louco que acabara de berrar com ela, talvez, não sei.

"Ah. Oi." ela disse em resposta e se sentou, infinitas carteiras longe da minha, preciso ressaltar.

"Foi impressão minha ou sua amiga te ignorou completamente?" meu amigo ao lado perguntou.

Mas foi aí que eu percebi. Não era a minha amiga.

Eu tinha acabado de berrar em público pra gêmea errada.
Morri de vergonha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário