13 de set de 2011

Aquele com o livro nas calças

Eis que um mês depois da minha professora de literatura portuguesa começar a abordar um certo livro eu resolvo aparecer na aula dela pela milésima vez sem nem ter adquirido o livro ainda. Sabe o que é isso? É aquela situação em que você ir pra aula e ficar em casa dá na mesma.

Então eu tinha passado na livraria antes da aula pra comprar a bosta do livro, mas custava tipo quinze reais e eu queria guardar dinheiro pra assistir Glee, O Filme em 3D nos cinemas essa semana, porque 3D é caro pra caralho. Enfim. Acabei não comprando.

Mas daí passei meia hora de aula boiando né, olhando pro teto. E sozinho, porque meus amigos todos me fizeram o favor de faltarem. Então chegou um momento que não aguentei mais, peguei a carteira e me retirei pra comprar o tal livro porque, né, eu não estou tão miserável assim que não posso dar quinze reais pra comprar um livro pra faculdade.

Comprei.

Coloquei o livrinho pocket dentro da calça, porque sei lá, não queria que ninguém visse que eu tinha acabado de comprar um livro que se bobear todo mundo já tinha lido inteiro e eu também já devia ter feito o mesmo, entrei na sala e me sentei.

Tá, mas agora como é que eu tiro o livro de dentro das calças sem ninguém ver? Pus a mochila no colo, quase me deitei e comecei a me contorcer com as mãos dentro da calça jeans. Quando eu finalmente consigo dar um jeito de puxar o livro discretamente e pôr as mãos nele, a menina do lado me solta:

"Ela está na página vinte e sete."

"Ah. Obrigado." eu disse com um sorrisinho, mostrando o polegar pra ela.

Sei lá, morri de vergonha. Tanto esforço pra manter a pose de bom estudante em dia com a bibliografia pra nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário