11 de abr de 2012

Aquele do metrô lotado #03

Quem anda de metrô lotado sabe. Às vezes você se mexe contra a sua vontade. Você atravessa a porta numa ponta do vagão e sai lááá na outra sem saber como isso aconteceu. Pegar o metrô de manhã na primeira estação é a desgraça porque primeiro que o metrô tá supostamente vazio, né, e as pessoas saem correndo desesperadas pra arranjar um lugar ou um canto aconchegante pra se encaixar. Daí o que acontece, você meio que é levado pela corrente de gente contra a sua vontade. Por isso não adianta ir com amiguinho pensando que vai viajar de metrô conversando a viagem inteira, porque não vai rolar.

Outro dia entraram mãe e filha no mesmo vagão e não deu outra. Foram as duas arrastadas para pontos exatamente opostos.

Nenhuma alma viva falava no vagão.

"Ô MANHÊEE!!! CADÊ VOCÊ??!!", gritou uma delas, de repente.

Bem no extremo do outro lado do vagão, via-se uma senhora na ponta dos pés, esticando os dois braços, acenando como se sua vida dependesse disso.

"TÔ AQUIIIIIIIII!!!"

Daí pronto. Permaneceram conversando desse modo até chegarem na estação destino.
Foi a desgraça.

Um comentário: