31 de dez de 2011

Aquele de 2011

Dois mil e onze foi um ano meio merda. Me estressei com a vida, não sabia o que fazer com minha carreira, não sabia que direção queria ir, sentia vontade de nada. Achei dúvidas na minha cabeça que eu nem sabia que existiam e metas que pensava não ter vontade de tentar seguir. Se possível me atolei mais ainda em dívidas e teve dias que me sentia emocionalmente com o peso do chão sobre mim com mais toneladas e toneladas de fezes por cima. Mas eu superei.

Conheci muita gente nova. Trabalhei com muita gente bacana e descobri que talvez eu possa servir para alguma coisa nesse mundo se eu fizer o esforço necessário. Encontrei o pai da minha futura filha e estou quase decidindo o que quero da vida.

Dois mil e onze pareceu um ano que ia demorar para acabar. Acho que porque no quesito obrigações e estudos foi quase tudo uma grande bosta mesmo e o que eu mais queria era um peso a menos nos meus ombros pra relevar a chatice e falta de interesse que foi a faculdade esse ano. Quando eu percebi já era Natal.

Aliás, nesse último Natal eu não sei o que foi melhor. Se foi minha família inteira conhecendo meu namorado cujo sogro o proibiu de pisar na minha casa. Se foi a avó do Bu Couto no telefone me desejando Merry Christmas e melhoras da tuberculose que ele inventou que eu tinha desenvolvido. Ou se foi meu tio, tadinho, extrapolando os limites do bom senso e me dando de presente um livro do Silas Malafaia. No fim eu acho que o melhor mesmo foi ter ganhado da minha avó o perfume Diva Chic, que eu nem conhecia. Acho que ela certou totalmente na escolha.

Para dois mil e doze eu quero menos estresse, menos dúvidas, menos dívidas (se Zeus quiser) e mais dinheiro no bolso.

De quebra, desejo um ano novo bem neurótico pra todos vocês.

3 comentários:

  1. Anderson Moura Moura31 de dezembro de 2011 02:07

    "Futuro Pai de minha filha"..hum...interessante isso, então quer dizer q já escolheu ser uma menina?kauakauakua...Beijos e ótimo 2012 Bb..realizações mil!

    ResponderExcluir
  2. "Futuro Pai de minha filha" todos em reflexão! ps: pare de reclamar, você já tá bom da tuberculose e minha avó tadinha ficava com uma carinha de dar pena, mas todos superamos!

    ResponderExcluir
  3. Feliz 2012 :) que os problemas sejam suportáveis e que as alegrias transbordem até atingir todos à sua volta. E que venham mais Diva Chics!

    ResponderExcluir