2 de nov de 2011

Aquele da resposta cretina

Acho engraçado como são aquelas pequenas coisas que nos fazem sentir como um completo idiota. Esses dias na Cidade Universitária enquanto esperava pelo meu ônibus, por acaso reencontrei um antigo amigo de escola com quem não falava há anos. Daí que por acaso ele estava acompanhado por uma amiga super simpática dele, a quem ele acabou resolvendo me apresentar.

Reencontro de antigos colegas de classe tem sempre aquela vibe de velhos tempos, né, em que você geralmente está ou tem que fingir estar interessado no que o outro anda aprontando e planejando na vida. Então, como eu disse, estávamos na Cidade Universitária, eu não fazia ideia de qual faculdade ele cursava, e então eu perguntei:

"Mas então, você está fazendo o quê aqui?"

"Estudando, né? Duh" respondeu a amiga dele pra mim.

E foi então que eu respirei fundo, contei até três e segui em frente. "Não... eu estava me referindo a qual curso...".

Mas depois eu fiquei pensando. Ter tido vontade de atirar na cara da garota com uma metralhadora por aquela resposta cretina por acaso me faz ter tendências leves à violência contra a mulher?

Mas por outro lado, talvez seja é melhor eu parar de fazer essas perguntas idiotamente ambíguas.
Boa sorte para mim.

Um comentário: